terça-feira, 21 de abril de 2015

Não espero muito de alguém que espera um futuro produzido por si próprio.



Toda vez que entro aqui, encaro a enorme quantidade de textos presos nos "rascunhos". Será que ficaram afivelados por lá eternamente? Até o fim da internet?


Pensando nas minhas manias. Pensando na minha teimosia-de-sábado. Observo os papéis que devo resolver. Relembro constantemente o vazio que deveria estar preenchido com esse e outros papéis passados. Olhando o livro que estou lendo e que deveria o estar fazendo neste momento. Meus momentos resumindo-se em "deveria estar fazendo". Cadê o "o que quero fazer"? Eu sou a passageira do meu próprio barco. Eu deixo a tempestade controlar o mastro. Eu só quero um fim de semana que dure o tempo necessário e quero fazer o que é necessário durante o fim de semana. Ah, a gramática nos permite colocar abismos sutis entrelados às frases. Enjoy the cliff

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alimente uma bloggeira, NHAC.